A Rebeca já falou aqui sobre a escolha da atriz que vai interpretar a Hermione na peça The Cursed Child. A escolha da atriz causou muita polêmica entre os fãs de Harry Potter, metade amou, metade fez declarações racistas disfarçadas de opinião. Então a J.K. Rowling, postou esse tweet, para calar a boca dos racistas:

“Canon: olhos castanhos, cabelos crespos, e muito inteligente. Pele branca nunca foi especificada. Rowling ama Hermione negra :*”

Mas não acabou por aí, muitas pessoas acabaram usando esse tweet para deslegitimar, ou legitimar a Hermione negra. Algumas usaram de capas, trechos dos livros, e a própria Emma Watson para dizer que “não Rowling, a Hermione não é negra, você aprovou uma atriz branca para interpreta-la, você aprovou capas com a Hermione branca, e você constantemente a descreveu corando nos livros, então ela não é negra e você só quer causar”. Da mesma forma que pessoas que defenderam, usaram diversos argumentos para dizer que sim, a Hermione é negra.

Uma das teorias foi a de que Rowling sempre teve a intenção de que a Hermione fosse negra, mas nunca definiu a cor da personagem e deixou a personagem ser interpretada por uma menina branca porque iriam hostilizar uma protagonista negra, o que até faz sentido. Do mesmo jeito que ela só revelou que o Dumbledore era gay depois do fim da saga, pois iriam hostiliza-lo (aliás, foi certeiro). Porém a autora sempre definiu quem era negro, a Angelina Johnson, o Lino Jordan, dentre outros. E eu particularmente não me lembro da autora ter definido a cor do Harry também, a descrição mais forte do Harry são os olhos verdes, e existem negros de olhos verdes, então o Harry também poderia ser negro, certo?

Apesar de todo o debate, eu não acho que Rowling deixou de definir a cor da Hermione (ou mesmo a do Harry) de caso pensado, se fosse isso ela já teria revelado há alguns anos. E apesar disso, nas vezes em que li a saga imaginei Hermione como uma garota negra, por causa do cabelo crespo farto, e por ser forte e saber se impor. Mesmo sabendo que ela era uma garota branca, porque eu sempre imagino os personagens como eu quero, e não como o autor descreve, por isso nunca implico com as escolhas dos atores que interpretam adaptações, mas isso é assunto para outro post. E apesar da Hermione da minha cabeça diferir totalmente da dos filmes, eu adoro a Hermione da Emma Watson.

E independente da Hermione ser branca, com ou definição de cor, ainda é extremamente importante que uma mulher negra interprete uma personagem que a princípio é branca. E os motivos são simples, 2015 foi um ano cheio de protagonistas femininas fortes, Furiosa, Jessica Jones, Rey, Katniss, Peggy Carter dentre outras.  Com exceção da Annalise de How to get away with murder, nenhuma dessas protagonistas é negra, ou seja, pouquíssima representatividade. E não que essas mulheres não signifiquem representatividade, uma mulher num papel forte sempre vai significar representatividade independente de cor. Furiosa é deficiente, o que definitivamente foi um passo enorme não só em relação a representatividade, como também na luta contra o capacitismo. Já Jessica é neuroatípica, e a Rey e a Katniss (e a Katniss dos livros não é branca, vale lembrar) que vivem em situação de extrema pobreza, então, sim elas também significam representatividade, mas queremos mais personagens fortes negras também, e a Hermione negra já é um passo.

Além disso, existe um caso de racismo dentro dos próprios filmes de Harry Potter, nos primeiros filmes a personagem Lilá/Lavender Brown foi interpretada pela atriz Kathleen Cauley, uma negra. Já em O Prisioneiro de Azkaban a atriz foi substituída por Jennifer Smith, outra negra. No sexto filme, a personagem tem um breve romance com Rony Weasley, justamente no sexto filme a intérprete de Lilá foi trocada para a atriz Jessie Cave, branca, loira, de olhos azuis. Pode ser que a atriz Jennifer Smith não pudesse mais interpretar a personagem, mas se fosse isso mesmo porque não foi trocada por uma outra atriz negra? Como antes? Que parecesse mais com as primeiras atrizes, ao invés de uma atriz branca, e que não tinha absolutamente NADA A VER com a Lilá dos primeiros filmes. Me parece mais que não queriam ver um dos protagonistas namorando uma menina negra, além de racismo um caso de erro de continuidade grave. Então, uma atriz negra como protagonista, e par romântico do protagonista em questão, É UM TAPA NA CARA SIM.

Depois de debates e reflexões, cheguei a mesma conclusão que uma amiga (oi Érica), que na verdade a J. K. não estava dizendo que a Hermione era negra, mas que sim, ela tanto poderia ser negra quanto poderia ser branca, já que ela nunca tinha descrevido a cor da personagem. Então tanto faz se a atriz que vai interpretar a Hermione é negra, ou branca, como diria a própria personagem: entrou quem tem talento. E toda essa polêmica serviu pra desmascarar o racismo enrustido de alguns fãs que se acham superiores por lerem meia dúzia de livros, mas sequer entenderam a mensagem que a autora quis passar. Apenas se mostraram mais fascistas que muita gente da Sonserina .

  • Leonardo

    Francamente, acho que a questão da etnicidade de um personagem só é relevante quando o background dele está vinculado a isso. Não faz sentido fazer um filme com o Luke Cage da Marvel sendo branco porque todo o background dele é de um rapaz negro pobre do bronx. Assim como não faz sentido adaptar a Mulam e colocar uma negra no papel principal. já no caso da hermione é completamente irrelevante. apesar de em algum dos livros haver sim uma citação da pele dela ser branca, nada na construção do personagem é afetado se ela for negra. ela não veio do norte da suécia. os pais não são supremacistas brancos. absolutamente nada nela, culturalmente, intelectualmente, é afetado se ela for negra.

    • Rafaela Lopes

      Leonardo eu concordo plenamente contigo, aqui tu disse uma coisa que me chamou atenção “quando o background dele está vinculado a isso. Não faz sentido fazer um filme com o Luke Cage da Marvel sendo branco porque todo o background dele é de um rapaz negro pobre do bronx”, só que infelizmente rola muito apagamento de pessoas negras em adaptações. No caso da Katniss mesmo que eu citei no texto, ela é descrita nos livros como de pele escura, e olhos cinzentos, daí na adaptação colocaram a Jennifer Lawrence que é branca de olhos azuis, e NINGUÉM reclamou da escolha da atriz especificamente por causa d i s s o. Mas quando divulgaram o restante do elenco muitos fãs fizeram o maior estardalhaço por terem colocado uma atriz negra pra interpretar a Rue. Não quero estou desmerecendo o trabalho da Jenn, ela fez uma ótima Katniss, mas se esses fãs estivessem tão preocupados com a fidelidade da aparência da personagem mesmo teriam reclamado do fato da Jennifer ser alta, e de pele clara, enquanto a Katniss é descrita como baixinha e de pele escura. Um outro caso foi o do filme Deuses do Egito, em que só puseram um ator negro, e todos os outros brancos, e cara, o filme é sobre Egito Antigo, e colocam uma ruma de ator branco pra interpretar personagens que historicamente são negros, é de uma enorme falta de honestidade (na falta de palavra melhor). Tu citou o caso da Mulan, e eu concordo, a Mulan é chinesa então não há porque colocar uma atriz que não seja chinesa para interpreta-la, justamente porque se colocassem uma atriz negra/branca/árabe seria totalmente fora de contexto.

      • Leonardo

        Exato! Por outro lado, espero que não tentem colocar uma carga étnica forçada na Hermione, resultando em uma negra estereotipada. Porque já vi situações onde essa tentativa de aumento de representatividade foi feita bem nas coxas.
        O último filme do Quarteto é um exemplo. Eles tiveram que criar aquela manobra de que a Sue é adotada, para justificar a loirice, enquanto o pai e o irmão são negros. Por que não uma Sue negra também? Ou deixar eles loiros - ambos - como no original e fazer um Reed negro? Eles mudaram o grupo étnico de personagens da única forma que daria problema.
        Finalmente, acabei de me dar conta que uma Hermione negra deixa a luta dela pela liberdade dos elfos domésticos mais interessante.
        No mais, continuem o ótimo trabalho!

    • Fabio Farro de Castro

      Na verdade, a citação a qual você se referiu é metafórica, ou seja, no sentido de palidez, como se ela tivesse ficado pálida de susto.

%d blogueiros gostam disto: