Diversidade dentro da indústria cinematográfica é um dos assuntos mais importantes dos últimos anos. Assim como o Oscar, diversas premiações vem sendo criticadas por serem predominantemente brancas tanto entre os ganhadores, quanto pelos que formam a banca de seleção.

Num esforço para mudar essa realidade dentro da premiação, o Bafta Awards está mudando regras de elegibilidade para duas de suas categorias: Outstading British Film e Outstanding Debut by a British Writer, Director or Producer. O objetivo é aumentar o acesso ao cinema, tanto por trás das câmeras como da audiência.

Para ser elegível a esses dois prêmios os filmes vão precisar provar que se esforçaram para melhorar a diversidade em pelo menos duas dessas quatro categorias:

  • Temas e personagens
  • Equipe e Cabeças de Equipes
  • Treinamento profissional e progressão de carreira
  • Acesso das audiências e apelo para audiências pouco representadas

Essas mudanças estão alinhadas com os padrões de diversidade que BFI, British Film Institute, tem usado para fomentar projetos e atividades.

Esse é um passo muito importante para a inclusão de filmes mais diversos entre as listas de melhores do ano e, por mais que prêmios não sejam exatamente sinônimo de sucesso, esses prêmios agregam valor simbólico aos filmes indicados, facilitando a possibilidade das pessoas por trás dele se manterem mais ativos no mercado.

A visibilidade de um prêmio desses pode não ser mais tão importante para os vários homens brancos de meia idade que já o receberam, mas para minorias que não tem o mesmo tipo de representação nem por trás nem na frente das câmeras, essas medidas de inclusão vão permitir que filmes com melhor representação cheguem as telas, aumentando o alcance dessas produções.

Só isso não é o suficiente, mas o fato de uma das categorias de elegibilidade ser exatamente o treinamento de profissionais faz com que a ação seja ainda mais assertiva e eficaz. Seria incrível ver outros prêmios consagrados trabalhando para uma inclusão mais efetiva dentro de suas categorias.

via BBC

%d blogueiros gostam disto: