Honestamente, eu nem sei exatamente por onde começar a falar sobre esse desenho. Caí nele hoje enquanto passeava pelo The Mary Sue, assisti ao primeiro curta, ainda de 2013 e preciso dizer: é a coisa mais astronomicamente fofa creppy dificilmente mágica que eu vejo em algum tempo. oO

bee2

Este ano esse próximo fenômeno fofo-esquisito ganhou uma série de quadrinhos pela BOOM! Studios, o mesmo pessoal que lança Adventure Times e Lumberjanes (amor eterno do qual devo falar sobre logo logo). A criadora da série, Natasha Allegri, trabalhou como character designer e storyboarder em Adventure Time, e é responsável pela versão gender-swapped da série, Adventure Time: Fionna & Cake. Ela vem sendo considerada o próximo grande nome da animação e, se esse curta diz alguma coisa, certamente é que ela tem um potencial muito grande. Natasha tem um tumblr que também é cheio de amor. Chama Natazilla – como não gostar? *_*

bee3

Em Bee and Puppycat dá pra sentir a psicodelia que vêm sendo tão presente – e bem vinda – nos desenhos mais recentes, mas há também um senso de reinvenção do gênero de animação femininas. Há todo um elemento típico do esteriótipo fofo cor de rosa, mas a animação passa longe de ser apenas isso. Bee, a protagonista, é uma moça que não consegue manter um emprego. Ela acaba de ser demitida quando um gato (ou talvez um cachorro), Puppycat, cai sobre sua cabeça no meio da rua. Depois de levar Puppycat para casa uma sequência de situações mágicas e sem sentido começa a acontecer. Não quero falar muito além disso, são só dez minutos que valem cada segundo.

bee2

As cores nessa passagem do episódio me lembrou muito Miazaki. Deve ter algo a ver com chuva e guarda-chuva também. <3

Depois de uma campanha de kickstarter que deu muito certo, amanhã deve sair o segundo episódio no Cartoon Hangover (plataforma que eu nunca tinha escutado falar mas que agora pretendo acompanhar). Então ajusta seu tempo aí e abre espaço para dez minutos de puro amor psicodélico da loucura sem noção bizarra.

Sério, não tem como descrever em menos do que cinco palavras.

😉

%d blogueiros gostam disto: