Ah, os romances da Bioware! Esse é provavelmente um dos aspectos mais populares de suas franquias. Sempre que a Bioware anuncia um jogo novo, muitos fãs (e eu me incluo nessa) correm para saber quais são as opções de romance. Afinal, nada mais dramático do que salvar o mundo junto com seus amigos e seu interesse romântico, não é? Mas além de deixar a história mais emocionante, os romances fazem com que o jogador conheça outros lados de um personagem.

Romances são divertidos. Há quem critique os fãs que se importam muito com isso, como se gostar dos romances te fizesse “menos fã” ou “menos gamer”. Não há nenhum problema em alguém jogar Mass Effect com o foco no romance, mas óbvio que há muito mais no jogo do que isso. Considerando que a Bioware tem jogos que são muito focados em dramas e histórias de personagens, o romance é um dos elementos que tornam essas narrativas ainda mais interessantes.

O que eu posso dizer? Eu amo shippar e defenderei os romances da Bioware até o fim.

maxresdefault1

A equipe de Mass Effect Andromeda se baseou nos elementos de romance da trilogia anterior para construir os relacionamentos do novo jogo. Eles estão juntando o que funcionou com coisas novas, tentando deixar a experiência mais interessante e “real”.

Nós nos baseamos nela (primeira trilogia). Nós tínhamos uma base forte de como os romances funcionavam. Para mim, na primeira trilogia era muito uma fórmula. Você fala com o personagem e chega em um ponto do jogo em que não dá para voltar atrás e o romance vai acontecer. Não é assim na vida real. Há pessoas que vão querer entrar nessa imediatamente. Há pessoas que vão querer um relacionamento mais longo. Há também aqueles que não estão interessadas em romance nenhum.

Mac Walters destaca como muitos dos personagens gastavam mais diálogo falando sobre o universo do jogo do que sobre eles mesmos. Pelo que ele diz na entrevista, acredito que podemos esperar interações que os personagens falem mais de como eles se sentem no meio da situação do jogo, juntando os momentos de romance com o que está acontecendo fora da nave (vimos mais desse tipo de interação em Mass Effect 3).

A Bioware quer que os romances pareçam mais reais do que mecânica do jogo em si. Personagens diferentes vão querer coisas diferentes, enquanto alguns começaram um relacionamento logo, outros podem demorar mais. Para que pareça mais real com o que vemos na nossa vida, cada personagem terá seu tempo e sua forma de se relacionar com o protagonista. Sem contar que a Bioware também está pensando em cenas não românticas, eles já mencionaram mais de uma vez que querem mais momentos “atirar em garrafas com Garrus”, onde os personagens tenham a chance de serem amigos.

garrusv1

Só porque há um romance, não quer dizer que o personagem terá um arco longo com você. Pense no momento em que você está com Garrus na Citadel, atirando em garrafas. Precisam ser sempre cenas “vamos para cama?” ou também pode ser “vamos ter um momento brother”. Acredito que, quando nossos roteiristas começaram a pensar assim, começamos a expandir o que essas cenas poderiam ser. Mas se você quiser ser mais direto nós temos aliens, território alienígena… Nós temos várias ideias de lugares para você ter suas relações entre espécies.

Ou seja, por mais que já fosse óbvio, podemos aceitar isso como confirmação de que haverá opções de romances com aliens. Mac Walters também diz que os personagem sem arco de romance serão tão complexos quanto os que são opções de romance. A Bioware sabe que todo mundo fica empolgado com os romances, mas acreditam que não pareceria muito real se todos fossem opções. Mac Walters afirma que todos os personagens terão bastante conteúdo e serão divertidos de conhecer, independente do romance.

Um dos motivos que fazem os romances serem tão populares são as sexualidades dos personagens. A Bioware é conhecida por buscar incluir personagens LGBT+ e tem melhorado ao longo dos anos. Isso é muito importante e torna o aspecto “romance” do jogo muito mais interessante. Mac Walters acredita que Mass Effect Andromeda melhorou muito se comparado com a primeira trilogia e eu espero que seja o caso. Por mais que eu ame os jogos, os primeiros Mass Effect poderiam ser melhores nesse aspecto, mas dessa vez eles dizem que tentaram deixar as opções bem inclusivas. Inclusive eu mesma fui no twitter no N7 Day perguntar para um dos desenvolvedores se nós teríamos personagens LGBT+ e me responderam que sim.

avs2o

Mac Walters afirma que a relação com os personagens que você convive mais serão as mais fortes, mas isso não quer dizer que outras relações não sejam igualmente divertidas. Nem todo momento do jogo precisa ser dramático e intenso. As relações com os membros da Tempest são mais profundas, mas há também aqueles que o protagonista pode conhecer visitando outros planetas.

Algo que sempre perguntaram para a Bioware é quando eles deixariam que o protagonista tivesse mais de um romance ao mesmo tempo. Parece que dessa vez teremos maiores chances disso acontecer. Mac Walters diz que depende do personagem, alguns serão monogâmicos e outros não. Isso vai ser um novo aspecto bem legal dos romances, nem todos os jogadores são ou querem jogar com personagens monogâmicos.

A Bioware ainda não está dizendo quem são os romances ou quantos são, mas Mac Walters diz que, incluindo todas as possibilidades, Mass Effect Andromeda é o jogo com o maior número de romances que a Bioware fez até agora. Isso provavelmente indica que serão de oito para cima.

Eu particularmente acredito que a Peebee, a asari que tem aparecido nos trailers, é uma das opções, e provavelmente para qualquer gênero, já que os romances asari são assim (a menos que eles mudem). A maioria dos personagens que aparece bastante no marketing do jogo são opções de romances. Espero que eles falem mais sobre isso logo e realmente incluam mais opções LGBT+ dessa vez.

Fonte: Game Informer

Originalmente postado em Ideias em Roxo.

%d blogueiros gostam disto: