Esta semana, enquanto esperava a sessão de Guardiões da Galáxia Vol. II começar, eu comentei que precisava ficar de olho na cabine da Mulher-Maravilha – taí uma cabine que eu não quero perder. Me perguntei que dia o filme lançava e, com isso, me dei conta que quase não vejo promoção do filme por aí. Hoje de manhã me deparei com esse texto do The Mary Sue e minhas dúvidas foram respondidas: eu não sou a única que está querendo saber porque diabos o marketing de Mulher Maravilha está quase inexistente.

Vivian Kane, no The Mary Sue, aponta algumas diferenças bem gritantes:

Olha o canal da Warner Bros no Youtube. A página de Batman v Superman tem 30 vídeos, aproximadamente metade deles tinha saído antes do fim do mês anterior ao lançamento do filme. Quase dois meses antes de Esquadrão Suicida sair, a sua página já tinha quatro comerciais de TV diferentes.

Um mês antes do seu lançamento, Mulher-Maravilha tem cinco vídeos no seu canal de Youtube. Dois deles são trailers do ano passado, e dois são experiências Google VR sobre a arte. Gal Gador está na capa da Empire Magazine com o uniforme completo , a na revista W vestida normalmente.

Desde a publicação da matéria pelo The Mary Sue, a Warner adicionou mais três vídeos ao youtube da MM, somando um total de 8. Eu sei que todo mundo fica cansado da quantidade de vídeos, fotos e todo tipo de imagem promocional dos filmes, mas a questão é exatamente essa. Ninguém aguentava mais escutar sobre todas os impropérios que o Jared Letto fez a equipe de Esquadrão Suicida passar, tinham tantos comerciais de TV que a sensação era de não precisar ir ver o filme no cinema, Batman v Superman bateu tanto na briga dos heróis que quando ela veio no filme foi quase decepcionante. Eu tenho visto mais sobre Liga da Justiça, que sai só no final do ano, do que sobre a MM.

Tem que ter coragem pra ser protagonista feminina em universo dominado por homem.

Alguns meses atrás a BoxOffice Pro fez a primeira expectativa de público do primeiro fim de semana da Mulher-Maravilha: 83 Milhões de dólares – bem menos do que a previsão de outros filmes do DCU. Homem de Aço tinha 116.6 Milhões, Esquadrão Suicida tinha 133.6 Milhões e Batman v Superman tinha 166 Milhões. Tem algumas coisas para serem levadas em consideração aqui.

O DCU está longe de ser considerado um universo de qualidade – apesar dos ganhos imensos na bilheteria os filmes fizeram menos do que se gostaria, e foram destruídos pela crítica especializada. Mulher Maravilha vai ser o quarto filme da DC, o quarto do mesmo universo já tão problemático, é de se esperar que os números sejam menores.

Dito isso, eu não consigo achar que essa diferença de 33 Milhões entre MM e Homem de Aço, um filme de 2013, não tem a ver com o fato de Mulher Maravilha ser um filme de protagonismo feminino. O mesmo pode ser dito sobre a falta de marketing com que o filme vem sofrendo há um mês do seu lançamento. Estamos em 2017, depois de Star Wars: Force Awakens, depois de Rogue One, depois de Mad Max e de todos os Jogos Vorazes, você esperaria que Hollywood tivesse entendido que filmes com mulheres protagonistas fazem dinheiro. Não foram os bonecos da Rey que encalharam nas lojas, foram os bonecos do Kylo.

A tão sonhada adaptação da Mulher Maravilha para o cinema sofre com a desculpa esfarrapada de que é “um filme difícil de se fazer, complicado” desde antes da DC pensar em criar um Universo Cinematográfico como o atual. Parece que a mesma retórica machista, sustentada numa lenda de que mulheres não curtem super-heróis e de que homens não vão ir ao cinema assistir um filme de protagonismo feminino, agora sustenta a falta de marketing do filme. Será mesmo que eles não sabem como fazer o marketing para o filme da super-heroína mais conhecida do mundo? Será mesmo que eles não sabem vender uma das integrantes da droga da tríade dos quadrinhos?

Patty Jenkins e Gal Gadot tem se esforçado para falar o tempo todo sobre Mulher Maravilha, é muito legal ver o quão empolgadas com o filme elas estão, com a diretora inclusive já tecendo considerações sobre o que ela gostaria de ver numa sequência dele. Gal publica fotos com camisetas da MM, fala sobre o filme, sobre como a personagem é uma inspiração. Patty ficou, inclusive, rodeada de cosplayers da MM e foi puro amor. Existe uma promoção para que um fã vá ao tapete vermelho do filme – mas onde está o resto?

Se você acompanha o Collant você sabe que por mais animada que eu esteja com o filme da Mulher Maravilha, eu também estou receosa. Patty Jenkins é uma diretora muito competente, mas qualquer coisa que tenha o dedo do Snyder me faz tremer de medo de ser ruim. Dizem que MM vai ser o primeiro filme realmente bom do DCU, e eu espero muito que isso seja verdade. Inclusive acho que um dos pontos de marketing que está faltando é exatamente usar o filme como um recomeço, uma fase 2, que seja, dos filmes da DC. Vou estar lá, ingressos comprados pra pré-estréia, fazendo fila em cabine e provavelmente gastando dinheiro em suvenir.

Mas nada disso vai adiantar se a Warner não acordar e não der à MM o mesmo tipo de campanha de marketing que Esquadrão Suicida ou Batman V Superman teve. Porque eu sou o público que vai sempre ver esses filmes – eu sou o público garantido. E se tem uma coisa que quem trabalha com cinema sabe, é que se você não colocar dinheiro na divulgação do filme (muitos filmes tem quase o mesmo orçamento de produção para o marketing), então só um milagre dos deuses pra fazer seu filme estourar. Eu acho que Mulher Maravilha tem potencial para superar as mais otimistas projeções do Box Office, mas pra isso a Warner precisa fazer a parte dela. Depois não me venham dizer que filme com protagonismo feminino não vende, que diversidade não vende. Por Hera que eu chuta a cabeça de quem falar isso.

Mulher Maravilha estréia dia 2 de Junho no Brasil.

  • Deram as mesmas desculpas pra Electra, Alien vs Predador e depois “olhaí que fracasso que foi, mulher nem pode ser protagonista de filme”. Claro, com esse povo estragando tudo, queriam o que?

  • Collant Sem Decote

    Oi Antonio, na verdade CApitão América Civil War fez mais de 170 milhões no fim de semana de estréia. Quanto à publicidade, a diretora de marketing da Warner falou sobre como a campanha está diferente das demais, vamos falar sobre isso num texto nos próximos dias, mas a campanha realmente está diferente das anteriores. Os filmes da DC fizera muito dinheiro, mas foi menos do que os estúdios esperavam, talvez pq eles tivessem uma expectativa muito alta mesmo.

    http://www.boxofficemojo.com/movies/?id=marvel2016.htm

    • Antonio Pony

      Vamos contextualizar. Civil War alem de ser o terceiro filme do Capitão América, vamos combinar que não é exatamente um filme do Capitão América, mas um Vingadores disfarçado, já que tem praticamente todos os personagens do estudio fazendo participação e o coadjuvante principal é Homem de Ferro, que é o carro chefe dos filmes do estudio. Essa comparação não faz o menor sentido. O certo seria comparar com filmes de estréia de franquias e não com franquias ja estabelecidas. Mas a titulo de comparação, vou colocar aqui os numeros tirados exatamente do Boxoffice mojo. O primeiro Capitão América fez 65 milhões no fim de semana de estréia e o segundo 93 milhões. O primeiro Iron Man fez 98, o primeiro Thor 65. Ou seja, Os numeros previstos para Mulher Maravilha não estão nem baixos e muito menos longe da média de estréia de filmes de heróis.

      • Collant Sem Decote

        Antônio, quem trouxe a comparação com o último capitão foi você, eu apenas continuei com o seu pensamento. Iron Man e o Capitão, os primeiros, são filmes que saíram há muitos anos, é preciso levar isso em consideração também.

    • Antonio Pony

      Outra coisa é dizer tambem que o marketing não está sendo feito. Ao menos nas redes sociais que participo a promoção do filme segue a pleno vapor. Essa semana lançaram vários spots e mais um teaser de 1 minuto, vejo campanha em Tvs, sites especializados. Tu poderia dizer que a campanha não está boa, não está adequada, seila. Agora, dizer que não esta vendo campanha, que não está sendo feita ou que não está sendo vista? Poxa…sem sensacionalismo, gente

      • Collant Sem Decote

        Sobre ser sensacionalismo, parece que você não leu o texto, o que é estranho já que esse é o seu terceiro comentário aqui. Nós não falamos que ele não existe, apenas que ele não esta do mesmo tamanho que os outros filmes tiveram – e por isso a nossa preocupação. MAS, caso você ainda tenha dúvidas, nós fizemos uma live no facebook na semana passada para discutirmos exatamente essa questão, quem ainda acha que a gente não sabe que tá acontecendo promoção do filme. Lá, inclusive, dizemos que a própria diretora de marketing da Time Warner disse há alguns dias que o lançamento realmente não está sendo feito da mesma maneira. 😉 CAso você se interesse: https://www.facebook.com/collantsemdecote/videos/vb.641495132635543/1274702212648162/?type=2&theater

  • Collant Sem Decote

    Oi Victor!
    Eu cresci assistindo DC, não tenho hate nenhum pelos personagens ou pela editora, muito pelo contrário. Mas eu realmente não considero o DCU um universo de qualidade, gostaria muito que fosse a realidade, mas não é. Vou falar mais sobre o resto num texto nos próximos dias, mas de maneira nenhuma eu tenho problemas com a DC, apenas com o que ela faz com os seus personagens no cinema. Quero muito assistir um DCU organizado e de qualidade! 😉

  • Collant Sem Decote

    Apesar da nossa preocupação, continuamos esperando que a personagem venha chutando todas as bundas no cinema! <3

  • Collant Sem Decote

    Oi Tiago!
    Se olharmos o histórico não só da DC, mas de todas as editoras e estúdios, protagonismo feminino continua causando uma confusão na cabeça dos produtores – uma confusão desnecessária. Eles ainda olham pra uma personagem como a MM e a Capitã Marvel e ficam cheios de cautela, pq ainda acreditam que o gênero dessas personagens vai significar que elas não vão ter um apelo com o público tradicional.

  • Collant Sem Decote

    Oi Aaron!
    A Diretora de Marketing da Warner falou sobre isso já, e o lançamento está realmente diferente dos demais. Vamos falar sobre isso num texto nos próximos dias!

  • Pingback: Filmes | Pearltrees()

%d blogueiros gostam disto: