Voltando com mais uma lista de Séries do Netflix com protagonismo feminino, agora é a vez de séries policiais ou de investigação.

Não esqueça de deixar as suas dicas e suas opiniões nos comentários! 😉

The Fall

the-fall-netflix-mulheresAssisti a Primeira Temporada

The Fall acerta onde a maioria das séries de investigação policial sobre o assassinato de mulheres erra: tudo. Stella Gibson é uma investigadora jogo duro, do tipo que toma conta de qualquer investigação na qual entre e que mantém os homens ao seu redor em seus devidos lugares. É incrível ver o modo como a personagem lida com o machismo e a misoginia à sua volta. Um dos erros mais comuns desse tipo de série, a sexualização das vítimas, não acontece em The Fall. Precisa ter um pouco de estômago, mas é definitivamente a melhor pedida pra quem gosta de investigação policial.

The Bridge

the-bridge-netflix-mulheresNão assistido

A série acontece na fronteira entre os EUA e o México e acompanha os detetives Marco Ruiz (México) e Sonya Cross (EUA), na investigação do assassinato de uma juíza norte-americana conhecida por seu posicionamento anti-imigração. Ruiz tem uma dinâmica pouco ortodoxa quando se trata de seu trabalho e isso bate de frente com o autismo (não diagnosticado, e em um espectro baixo) de Sonya. The Bridge é uma adaptação de Broen, série

The Killing

the-killing-dinamarca-netflix-mulheresNão assistido

A série acompanha a detetive Sara que, nas vésperas de se mudar para Suécia, se torna responsável por apresentar a linha de investigação para seu substituto no caso do assassinato de uma adolescente. A trama traz repercussões pessoas e políticas para Sara, a família da adolescente e para a disputa para prefeito de Copenhague.

The Killing (USA)

the-killing-eua-netflix-mulheresAssistido

Com poucas mudanças da versão original, a série acompanha a detetive Sarah e seu parceiro numa trama que envolve uma família de luto, a campanha para prefeito de Seatle e a morte de uma adolescente de 17 anos. Assisti à primeira temporada e gostei, honestamente não me lembro de nada tão incrível sobre a série, então diria que talvez vale mais à pena optar pela original (que inclusive tem reviews mais positivos).

Homeland

homeland-netflix-mulheresAssisti três episódios

Homeland segue Carrie Mathison, agente da CIA com que suspeita que um herói de guerra, recém libertado por rebeldes, pode ter passado para o lado da Al-Qaeda. Um dos pontos mais interessantes de Homeland é que a protagonista é uma mulher diagnosticada como bipolar, os poucos episódios que assisti pareceram lidar bem com a questão.

The Bletchley Circle

bletchley-netflix-mulheresNão assistido

A série se passa entre 1952-53 e segue quatro mulheres que trabalharam como codebreakers durante a segunda guerra. Insatisfeitas com a ineficácia da polícia local de investigar casos mais complexos elas resolvem tomar a tarefa para elas mesmas. MIGA. Não assisti, mas as codebreakers da segunda guerra são algumas das heroínas de guerra que menos se fala até hoje, aí me dão uma série dessas com elas? Já tá entrando no topo da lista de séries que eu preciso assistir. 😉

The Americans

The-americans-netflix-mulheresAssisti a primeira temporada

A série, que se passa na década de 80, gira em torno de um casal de agentes russos que mora nos EUA como americanos normais. São vizinhos simpáticos, pais de dois filhos americanos, mas que conhecem pouco ou quase anda um do outro e que começam a questionar as suas próprias convicções com a Mãe Rússia. Apesar do que parece, The Americans, até onde eu assisti, não cai no clichê “os Estados Unidos é melhor que a Rússia”. A personagem

How To Get Away With Murder

htgawm-netflix-mulheresAssisti a primeira temporada

A série mais QUE DIABOS ACABOU DE ACONTECER da lista, HTGAWM segue Anelise Keating, professora de Harvard, e sua equipe de estagiários enquanto eles precisam enfrentar o dia-dia do escritório de Anelise ao mesmo tempo em que uma trama de assassinato se desenvolve paralelamente. Muitas reviravoltas, personagens incríveis e, o mais importante, VIOLA DAVIS.

Beauty & The Beast

beauty-and-the-beast-netflix-mulheresAssisti quase toda primeira temporada.

OH BOY. Um remake da série traz homônima da década de 80, Kristin Kreuk (Lana, de Smallville) é uma policial que acaba se envolvendo com a Fera que, apensar do nome, não tem nada de horroroso ou peludo, só tem uma cicatriz no rosto que em nada atrapalha o clima MODELO DE CUECA que o ator tem. Ponto positivo: é difícil ver uma dupla de detetives femininas, já que normalmente sua

Happy Valley

happy.valley-netflix-mulheresNão assistido

Catherine Cawood é uma polícia em West Yorkshire que ainda está se recuperando do suicídio de sua filha. Quando ela parece estar voltando à sua vida normal, Catherine encontra o homem que ela acredita ser responsável pelo estupro brutal que resultou na gravidez de sua filha. A obsessão de Catherine por esse homem a faz se envolver numa trama cada vez mais perigosa. Só de ler sobre o que a série se trata dá pra esperar que é preciso estômago, mas também me fez querer assistir. Tramas em que mães buscam justiça por suas filhas não são tão comuns, então parece ser uma boa pedida.

Bones

david-boreanaz-bones-tv-series-season-5-promo-posters-mq-02Assistido

Bonés é uma série que erra e acerta quase em equilíbrio, mas a dinâmica entre Bones e Booth é muito legal, os personagens periféricos da série também são interessantes e o humor dos roteiros ajuda a manter a série divertida. Bones é uma arqueologista forense sem muito tato social que se une ao Agente do FBI Booth para investigar os mais diversos casos de homicídio. Ponto positivo para a série é que ela tem um punhado de personagens femininas em posições de poder e que são cientistas e muito inteligentes.

Se faltou alguma série na lista, talvez ela esteja em uma de nossas outras listas:

Mulheres do Netflix 

Séries de Mistério e Aventura

Séries de Fantasia e Sci-Fi

%d blogueiros gostam disto: